Quarta-feira, 19 de Abril de 2017

3º BTT XCO de Melgaço no dia 23 de abril (Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros)

O Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço recebe no dia 23 de abril o 3º BTT XCO Vila de Melgaço, pontuável para o Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros. A iniciativa decorrerá entre as 12 e as 17h30 e a entrada do público é livre.

Promovida em conjunto pela Associação de Ciclismo do Minho e por Melgaço Sports Center (Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço - www.melgacosportscenter.com), com o apoio do Município de Melgaço, a terceira prova do Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros será aberta à participação (além das categorias de competição) de todos os interessados que poderão participar integrados na categoria de promoção.
O programa do 3º BTT XCO Vila de Melgaço começará com um período para treinos entre as 10 e as 12h00. Pelas 14 horas começará a prova cadetes, femininos (sub 23/elites e master), paraciclismo e promoção e às 15h30 a corrida de juniores, elites/sub 23 e masters. A cerimónia protocolar está prevista para as 17h30. A participação na prova é gratuita para atletas federados sendo também aberta à participação na vertente de promoção (custo de inscrição inclui seguro de acidentes pessoais). O secretariado para confirmação de inscrições abrirá às 9 horas e as inscrições devem ser efetuadas através do email geral@acm.pt.
O 3º BTT XCO Vila de Melgaço tem o apoio do Município de Melgaço, 
 Federação Portuguesa de CiclismoMAPFRE | SegurosCisionRaiz Carisma - Soluções de PublicidadeArrecadações da QuintãPOPP DesignSalvaggio, Controlsafe, AFAcyclesBike Magazine (revista oficial), Anselmo Mendes, Quintas de Melgaço - Paixão e Tradição, Quinta do Regueiro - Alvarinho, Dom Ponciano - Alvarinho, Dona Paterna - Alvarinho, Melgaço - Água Mineral Natural, Melgaço Alvarinho Houses, Monte Prado - Minho, Inês Megra - Alojamento Local, MonçãoBike, Polisport, João Pires - Internacional Transportes, EuroPierre, Iluza, CFAM, Melpellets, Centro Óptico Ibérico, Mini Preço - Melgaço, Farmácias Vale do Mouro, Narom e Vitalis.

No ano passado, José Dias e Joana Monteiro triunfaram em elites no 2º BTT XCO Vila de Melgaço, segunda etapa do Campeonato do Minho de BTT XCO - MAPFRE | Seguros e do Campeonato Inter-Regional Minho e Porto de Cross Country Olímpico. 
Saldando-se num êxito desportivo e organizativo, o 2º BTT XCO Vila de Melgaço contou com a vitória, além de José Dias e de Joana Monteiro em elites, de João Rocha e Marta Branco (juniores), Ruben Nunes (master 30), Lígia Maia (masters femininas), António Sousa (master 40), António Silva (master 50), Carlos Canal e Raquel Queirós (cadetes), Gonçalo Magalhães e Ana Santos (juvenis), João Martins e Mariana Líbano (infantis), David Ferreira e Mariana Magalhães (iniciados), José Pedroso e Rita Fontinhas (benjamins) e Filipe Ramos (promoção). Coletivamente triunfaram ASC / Focus Team / Vila do Conde (competição) e a Seissa / MGB Bikes / Matias & Araújo / Frulact (escolas).
O Melgaço Sports Center (Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço) - que este ano já acolheu a Taça de Portugal de Ciclocrosse e Campeonato do Minho de Ciclocrosse - Herdmar, é um espaço idealizado e construído de forma a oferecer um serviço de elevada qualidade, com equipamentos adjacentes que visam a atividade desportiva, tanto na vertente lúdica como na vertente competitiva ao mais alto nível.
O complexo, 
centro de treinos oficializado pela UEFA, constitui-se como um pólo dinamizador do desenvolvimento do desporto, lazer e turismo na região e posiciona-se como um dos mais modernos, melhor equipados e mais completos complexos desportivos.
Divide-se em duas grandes áreas. A primeira é a área de lazer, com diversos equipamentos que permitem a prática do desporto de manutenção e equipamentos destinados a atividades lúdicas e culturais.
A segunda grande área é destinada ao desporto de alta competição. Está servida por infraestruturas capazes de acolher diversas modalidades, tanto para competição como para treino. É nesta área que se situa o Centro de Estágios, dotado de um conjunto de equipamentos próprios, disponibilizados em exclusivo aos clubes em estágio. É composto por estádio de futebol, pista de atletismo, campo de treinos, balneários, clube saúde, ginásio de manutenção, salas de tratamentos e massagem, entre outros.
Estes equipamentos encontram-se vedados ao exterior, mas interligados entre si, visando oferecer as condições necessárias a um melhor estágio, em segurança, tranquilidade e com privacidade.

 

IN: http://www.acm.pt


publicado por gruponet às 13:30
link do post | comentar | favorito
partilhar
Quinta-feira, 13 de Abril de 2017

O 25 de Abril em bicicleta pela Amadora

25 de abril

10h00

Parque Central da Amadora


No âmbito das comemorações do 43.º aniversário do 25 de Abril, a Câmara Municipal da Amadora, em colaboração técnica com o Grupo de Cicloturismo Estrelas da Amadora, organiza no dia 25 de abril um passeio de bicicleta denominado Roteiro 25 de Abril.

 

Este passeio é efetuado predominantemente em circuito urbano na cidade da Amadora, com passagem pelo quartel da Pontinha, onde funcionou o Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas.

 

A concentração de participantes está prevista para as 09h00 e o início do passeio para as 10h00. A partida e a chegada terão como cenário o Parque Central.

 

Esta prova desportiva, com um percurso de 25 Kms, é aberta a todos os entusiastas da bicicleta e suas famílias que desejem usufruir de uma manhã desportiva.

 

O passeio, com a duração máxima prevista de duas horas, é acompanhado por praticantes de cicloturismo, que ajudam os ciclistas que apresentem alguma dificuldade, e o condicionamento do trânsito estará a cargo da PSP. A ambulância e o “carro vassoura” (apoio logístico) fecham o pelotão. Os participantes menores de idade devem fazer-se acompanhar pelos encarregados de educação.

 

As inscrições são gratuitas e devem ser enviadas por e-mail, contendo o nome e data de nascimento do(s) participante(s), para o endereço de correio eletrónico: geral@gcestrelasdaamadora.com. As inscrições efetuadas até ao dia 24 de abril, terão direito a usufruir de um seguro de acidentes pessoais.

 

Clique para aceder ao Regulamento, ao percurso e ao Termo de Responsabilidade (obrigatório, para menores).

 

IN: http://www.cm-amadora.pt


publicado por gruponet às 13:30
link do post | comentar | favorito
partilhar
Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2017

Mas raio é a Via Algarvina?

"Um projeto estruturante para o interior Algarvio"

 

Projeto

 

O que é a Via algarviana?

É um projecto nascido em 1995, fruto da troca de ideias e da conjugação de esforços entre a Associação Almargem e os Algarve Walkers, com o objectivo de implementar uma rota pedestre entre o Baixo Guadiana e o Cabo de S. Vicente, atravessando o interior do Algarve. Pretende ser um tipo de espinha–dorsal de percursos pedestres,com vista a complementar a oferta de acordo com os gostos e capacidades dos caminheiros.

 

Objectivos

A implementação da Via Algarviana pretende atingir vários objectivos relacionados com o Interior Algarvio, em vertentes como o turismo, desporto, conservação da natureza, desenvolvimento rural, valorização do patrimonio cultural, etc. De uma forma geral, pretende-se:

  • Potenciar a prática do pedestrianismo e outras formas de ecoturismo na região Algarvia;
  • Contribuir para a diversificação da oferta turística da região e para o combate à sazonalidade;
  • Promover a divulgação e valorização do património cultural e ambiental da região;
  • Contribuir para a consolidação de pequenas iniciativas económicas existentes na região, bem como para a criação de outras em torno da Via Algarviana;
  • Contribuir para o atenuar do fenómeno de desertificação no interior do Algarve e melhorar a qualidade de vida das populações serranas
  • Promover o desenvolvimento sustentado do interior do Algarve.

 

 

Percurso

 

A Via Algarviana é uma Grande Rota Pedestre (GR13) que liga Alcoutim ao Cabo de S. Vicente, com uma extensão de 300km, na sua maioria instalados na Serra Algarvia. Pretende-se que venha a fazer parte das Rotas Trans-Europeias, ligando-se ao E4 e ao E9.

O itinerário atravessa 11  concelhos do Algarve (Alcoutim, Aljezur,Castro Marim, Tavira, S. Brás de Alportel, Loulé, Silves, Monchique, Lagos, Portimão e  Vila do Bispo) e cerca de 21 freguesias, sendo que em 2 dos concelhos apenas estão previstas, para já, ligações ao itinerário principal . Em cada freguesia, houve a preocupação de aproximar a via dos locais de maior interesse natural e cultural, bem como de serviços de alojamento e restauração, incluindo empreendimentos de Turismo Rural, aldeias típicas do interior algarvio, etc.

 

Via Algarviana - Grande Rota / Long Distance PathVia Algarviana – Grande Rota

 

Para além do seu valor intrínseco, a Via Algarviana pode ser considerada a “espinha-dorsal” de uma rede de percursos pedestres no Algarve, que a complementam e lhe criam diversas alternativas, ao sabor dos gostos e das capacidades dos caminhantes. Neste sentido, todos os percursos que cruzam com o traçado da Via Algarviana são divulgados e identificados no terreno, bem como aqueles que se liguem a esta.

O percurso será segmentado em troços até 30km, que possuem uma ficha interpretativa e de informação disponível no site. Pretende-se divulgar tudo que esteja relacionado com o patrimonio natural e cultural, bem como os alojamentos, restaurantes e serviços de apoio.

 

Guia Informativo / Guide [PDF]

 

 

Modalidade BTT

 

A Via Algarviana é ciclável em mais de 90%, dependendo das capacidades dos ciclistas, esta pode ser percorrida na sua globalidade em poucos dias, no entanto recomenda-se efetuar o percurso no mínimo em cinco dias. No geral, este percurso é bastante exigente em termos físicos e em termos técnicos, pelo que quem o desejar percorrer na modalidade BTT deverá ter uma boa preparação física.

Apesar do percurso se encontrar todo sinalizado, aconselha-se aos praticantes desta modalidade utilizar GPS e descarregar as coordenadas existentes no website. Abaixo será apresentado o planeamento do trajeto em 5 dias, com as respetivas fichas técnicas, salienta-se que todas as caraterísticas são apresentadas no sentido recomendado, desde Alcoutim ao Cabo de São Vicente, pelo que deverá ter em conta o acumulado de subida e descida pois caso decida efetuar o trajeto no sentido inverso ao recomendado não se esqueça que o valor destes fatores inverte-se, assim a dificuldade dos setores por vezes varia consoante o sentido em que se realiza.

Aconselha-se a que leia com atenção as descrições dos setores que se encontram no separador da modalidade pedestre, pois assim poderá planear melhor a sua viagem! Apesar da sua exigência, vale a pena percorrer a Via Algarviana em BTT, este é sem dúvida um desafio que o marcará!

 

 

Contactos

 

Associação Almargem – Projecto Via Algarviana

Sede: Rua de S. Domingos Nº 65 . 8100-536 Loulé

Morada Postal: Apartado 251 . 8100 Loulé

Telefone +351 289 412 959

Fax +351 289 414 104

http://www.viaalgarviana.org

 

IN: www.viaalgarviana.org

 

 


publicado por gruponet às 13:30
link do post | comentar | favorito
partilhar

.passa a palavra

Tens conhecimento de algum evento desportivo que queiras partilhar? Envia um email para: gruponet @ sapo.pt

.participar

. participe neste blog

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29


.posts recentes

. PASSEIO DE BICICLETA DIA ...

. Lisboa recebe passeio de ...

. Vamos pedalar por Lisboa,...

.arquivos

.mais sobre mim

.links