Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2017

Mas raio é a Via Algarvina?

"Um projeto estruturante para o interior Algarvio"

 

Projeto

 

O que é a Via algarviana?

É um projecto nascido em 1995, fruto da troca de ideias e da conjugação de esforços entre a Associação Almargem e os Algarve Walkers, com o objectivo de implementar uma rota pedestre entre o Baixo Guadiana e o Cabo de S. Vicente, atravessando o interior do Algarve. Pretende ser um tipo de espinha–dorsal de percursos pedestres,com vista a complementar a oferta de acordo com os gostos e capacidades dos caminheiros.

 

Objectivos

A implementação da Via Algarviana pretende atingir vários objectivos relacionados com o Interior Algarvio, em vertentes como o turismo, desporto, conservação da natureza, desenvolvimento rural, valorização do patrimonio cultural, etc. De uma forma geral, pretende-se:

  • Potenciar a prática do pedestrianismo e outras formas de ecoturismo na região Algarvia;
  • Contribuir para a diversificação da oferta turística da região e para o combate à sazonalidade;
  • Promover a divulgação e valorização do património cultural e ambiental da região;
  • Contribuir para a consolidação de pequenas iniciativas económicas existentes na região, bem como para a criação de outras em torno da Via Algarviana;
  • Contribuir para o atenuar do fenómeno de desertificação no interior do Algarve e melhorar a qualidade de vida das populações serranas
  • Promover o desenvolvimento sustentado do interior do Algarve.

 

 

Percurso

 

A Via Algarviana é uma Grande Rota Pedestre (GR13) que liga Alcoutim ao Cabo de S. Vicente, com uma extensão de 300km, na sua maioria instalados na Serra Algarvia. Pretende-se que venha a fazer parte das Rotas Trans-Europeias, ligando-se ao E4 e ao E9.

O itinerário atravessa 11  concelhos do Algarve (Alcoutim, Aljezur,Castro Marim, Tavira, S. Brás de Alportel, Loulé, Silves, Monchique, Lagos, Portimão e  Vila do Bispo) e cerca de 21 freguesias, sendo que em 2 dos concelhos apenas estão previstas, para já, ligações ao itinerário principal . Em cada freguesia, houve a preocupação de aproximar a via dos locais de maior interesse natural e cultural, bem como de serviços de alojamento e restauração, incluindo empreendimentos de Turismo Rural, aldeias típicas do interior algarvio, etc.

 

Via Algarviana - Grande Rota / Long Distance PathVia Algarviana – Grande Rota

 

Para além do seu valor intrínseco, a Via Algarviana pode ser considerada a “espinha-dorsal” de uma rede de percursos pedestres no Algarve, que a complementam e lhe criam diversas alternativas, ao sabor dos gostos e das capacidades dos caminhantes. Neste sentido, todos os percursos que cruzam com o traçado da Via Algarviana são divulgados e identificados no terreno, bem como aqueles que se liguem a esta.

O percurso será segmentado em troços até 30km, que possuem uma ficha interpretativa e de informação disponível no site. Pretende-se divulgar tudo que esteja relacionado com o patrimonio natural e cultural, bem como os alojamentos, restaurantes e serviços de apoio.

 

Guia Informativo / Guide [PDF]

 

 

Modalidade BTT

 

A Via Algarviana é ciclável em mais de 90%, dependendo das capacidades dos ciclistas, esta pode ser percorrida na sua globalidade em poucos dias, no entanto recomenda-se efetuar o percurso no mínimo em cinco dias. No geral, este percurso é bastante exigente em termos físicos e em termos técnicos, pelo que quem o desejar percorrer na modalidade BTT deverá ter uma boa preparação física.

Apesar do percurso se encontrar todo sinalizado, aconselha-se aos praticantes desta modalidade utilizar GPS e descarregar as coordenadas existentes no website. Abaixo será apresentado o planeamento do trajeto em 5 dias, com as respetivas fichas técnicas, salienta-se que todas as caraterísticas são apresentadas no sentido recomendado, desde Alcoutim ao Cabo de São Vicente, pelo que deverá ter em conta o acumulado de subida e descida pois caso decida efetuar o trajeto no sentido inverso ao recomendado não se esqueça que o valor destes fatores inverte-se, assim a dificuldade dos setores por vezes varia consoante o sentido em que se realiza.

Aconselha-se a que leia com atenção as descrições dos setores que se encontram no separador da modalidade pedestre, pois assim poderá planear melhor a sua viagem! Apesar da sua exigência, vale a pena percorrer a Via Algarviana em BTT, este é sem dúvida um desafio que o marcará!

 

 

Contactos

 

Associação Almargem – Projecto Via Algarviana

Sede: Rua de S. Domingos Nº 65 . 8100-536 Loulé

Morada Postal: Apartado 251 . 8100 Loulé

Telefone +351 289 412 959

Fax +351 289 414 104

http://www.viaalgarviana.org

 

IN: www.viaalgarviana.org

 

 


publicado por gruponet às 13:30
link do post | comentar | favorito
partilhar
Segunda-feira, 7 de Novembro de 2016

sportALL :: TURISMO OUTDOOR É APOSTA MUNICIPAL

Antecipando a Surf Summit, a Conferência Internacional do Turismo Outdoor (sportALL - Conferência Internacional de Turismo Outdoor | 4 de novembro | Ericeira) reuniu, na Ericeira, reputados oradores nacionais e estrangeiros para refletir sobre um segmento em franco crescimento e que constitui, nas palavras da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, “uma forma de promover a redescoberta do território nacional, gerando atratividade no destino todo o ano”. Neste evento, o Presidente da Câmara Municipal, Hélder Sousa Silva, anunciou que o outdoor é aposta para as próximas décadas, contribuindo para a valorização dos recursos endógenos: da terra ao mar.

 

Na conferência promovida pelo Município de Mafra foram abordados os principais desafios no âmbito do turismo outdoor, em matéria de ordenamento do território, sustentabilidade ambiental, licenciamento, financiamento, comunicação e qualificação da oferta, designadamente ao nível da formação, da segurança e da certificação.

 

Mediante a apresentação de casos internacionais de boas práticas (Sligo, North Wales, Kildare, Conwy e Urola Kostako), foi possível constatar que, mais do que atividade física em contacto com a natureza, o turismo outdoor é uma verdadeira experiência de imersão na identidade dos destinos turísticos.

 

OS NÚMEROS DO TURISMO OUTDOOR NO CONCELHO DE MAFRA

  • 80% da área do Concelho coberta com paisagem natural;
  • 13 praias, incluindo uma Reserva Mundial de Surf com sete ondas;
  • 102 km de percursos pedestres georreferenciados;
  • 136 km de trilhos de BTT georreferenciados;
  • Mais de 2.000 caches, que fazem do Concelho uma referência no geocaching;
  • 64 empresas de animação turística e marítimo-turísticas a operar no território.

 

Mais informação:

http://www.cm-mafra.pt/pt/municipio/turismo-outdoor-e-aposta-municipal


publicado por gruponet às 13:30
link do post | comentar | favorito
partilhar
Quarta-feira, 2 de Novembro de 2016

sportALL - Conferência Internacional de Turismo Outdoor | 4 de novembro | Ericeira

Nas vésperas da Surf Summit, a primeira conferência temática da Web Summit, a Câmara Municipal de Mafra organiza a Conferência Internacional do Turismo Outdoor, que se realiza no dia 4 de novembro, às 17 horas, na praia de Ribeira d’Ilhas, na Ericeira. Divulgar boas práticas e criar uma rede de contactos alargada são os objetivos desta iniciativa.

 

A sessão de encerramento será presidida pela Secretária de Estado do Turismo. Como oradores, estão confirmados representantes de entidades públicas e privadas com responsabilidades no setor do turismo outdoor, com destaque para os Presidentes da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), assim como convidados de diversos organismos de turismo e municípios europeus, evidenciando-se a delegação de Sligo (República da Irlanda), que acolheu a edição anterior da Surf Summit.

 

Esta conferência integra-se na estratégia municipal alargada de dinamização do setor, considerando que o turismo outdoor constitui uma verdadeira oportunidade estratégica para o Concelho de Mafra: alia a diversidade dos recursos naturais (da terra ao mar), valorizados pelo singular património arquitetónico, ao clima ameno, à segurança do destino e à proximidade face aos principais mercados emissores.

 

A participação é gratuita, dependendo de prévia inscrição.


publicado por gruponet às 13:30
link do post | comentar | favorito
partilhar

.passa a palavra

Tens conhecimento de algum evento desportivo que queiras partilhar? Envia um email para: gruponet @ sapo.pt

.participar

. participe neste blog

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29


.posts recentes

. Mas raio é a Via Algarvin...

. sportALL :: TURISMO OUT...

. sportALL - Conferência In...

.arquivos

.mais sobre mim

.links